Vírus WannaCry faz vítimas em todo mundo inclusive no Brasil

Alerta máximo, vírus WannaCry 2.0 faz vítimas em todo mundo inclusive no Brasil.

Nesta sexta-feira 12 de maio de 2017, o Brasil acordou assustado, enquanto as maiores potências mundiais sofriam um dos piores ataques cibernéticos da história, foi questão de tempo para que a ameaça digital chegasse por aqui.

Tratasse de um vírus do tipo ransomware, que se aproveita de uma brecha de segurança do componente smb v1 (usado para compartilhamento de arquivos) das versões do Windows (Microsoft) para infectar redes e computadores.

Ao ser infectado, os arquivos do computador são criptografados (embaralhados) inutilizando os mesmos quando o resgate solicitado não fora feito dentro do prazo estimado, como mostramos na imagem abaixo. O valor inicial do resgate foi U$300 em moeda digital Bitcoin. Estimasse que esse valor varia conforme o tamanho e porte da empresa atingida.


imagem tela de resgate virus wnnacry 2.0
Tela de Resgate do Vírus WannaCry 2.0


A falha já havia sido identificada pela NSA (Agencia de Segurança Nacional dos EUA) que a usava para rastrear informações das pessoas em todo o mundo. Porém, eles não contavam que um grupo de Crackers (hackers do mal) pudessem se apropriar dessas informações e usá-las num ataque cibernético sem precedentes.

Países europeus foram os mais atingidos, a praga se espalhou rapidamente pelas corporações e no setor público, inclusive nos sistemas de saúde, onde deixou de atender milhares de pessoas, causando um verdadeiro caos.

Os governos e as empresas, fizeram com que seus funcionários, desligassem todo o sistema computacional, afim de evitar que o vírus pudesse se propagar ainda mais.

A Microsoft liberou patchs (correções) para o Windows, desde a sua versão XP e versões como Vista, 7, 8. Para se proteger desta ameaça, a Microsoft orienta a todos os usuários Windows, principalmente destas versões a atualizarem seus sistemas o mais rápido possível. O maior problema está que, um grande número desses usuários utiliza versão pirateada, que acaba por sua vez não deixando o sistema ser atualizado completamente comprometendo a segurança do mesmo.

No Brasil, órgãos dos governos e grandes empresas também tiveram que desligar os seus equipamentos de rede e computação e por consequência encerrar o expediente mais cedo.

Neste sábado, a expansão do vírus foi temporariamente controlada graças a um britânico que sem querer ao efetuar o registro de um domínio na internet, acionou um gatilho (colocado pelos criadores do vírus) que desliga a propagação em massa do vírus. Mas especialistas em segurança observam que este procedimento para conter a propagação, seja contornado em breve com a atualizações do vírus e que novas contaminações em massa esteja em curso.

Ainda estamos sob constante ameaça.

Compartilhar nas redes

Comentarios (3)

  • John Doe Reply

    Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Nam viverra euismod odio, gravida pellentesque urna varius vitae, gravida pellentesque urna varius vitae. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Nam viverra euismod odio, gravida pellentesque urna varius vitae. Sed dui lorem, adipiscing in adipiscing et, interdum nec metus. Mauris ultricies, justo eu convallis placerat, felis enim ornare nisi, vitae mattis nulla ante id dui.

    November 12, 2016 at 1:38 pm
    • John Doe Reply

      Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Nam viverra euismod odio, gravida pellentesque urna varius vitae, gravida pellentesque urna varius vitae.

      November 12, 2016 at 1:38 pm
    • John Doe Reply

      Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Nam viverra euismod odio, gravida pellentesque urna varius vitae, gravida pellentesque urna varius vitae.

      November 12, 2016 at 1:38 pm
  • John Doe Reply

    Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.

    November 12, 2016 at 1:38 pm
  • John Doe Reply

    Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.

    November 12, 2016 at 1:38 pm

Deixe um comentário